Caras mais velhos meme

cara, parabens ai velho, de boa, muito legal esse teu meme.

2020.06.25 20:28 lakeXXX cara, parabens ai velho, de boa, muito legal esse teu meme.

cara, parabens ai velho, de boa, muito legal esse teu meme. contei pra todos aqui da minha familia, todos acharam muito surpreendente e pediram pra te dar os parabens, queriam falar com você pessoalmente se possivel para lhe parabenizar. disseram também que na festa de natal irão contar para os parentes mais distantes e no ano novo lançarão baterias de fogos com seu nome. contei esse seu feito também para alguns outros parentes mais próximos, reagiram tal qual minha familia, pediram seu endereço para mandar cartões e mensagem de parabenização. meus amigos não acreditaram quando eu disse que conhecia o dono desse feito tão imenso, sério, ficaram todos de boca aberta, disseram que farão seu nome ecoar por anos e anos. quando os vizinhos ficaram sabendo do feito, ficaram todos boquiabertos, quiseram saber quem é você, pediu se, caso você tiver tempo, é claro, de poderia passar aqui para receber presentes, congratulações e apertos de mãos. com o esparrame da sua noticia, um grande empresario da região decidiu te contratar como presidente da empresa graças a esse seu surepreendente feito e ao mesmo tempo um grande acionista internacional quer patrocinar shows para você para palestrar e ensinar todos a fazerem igual para que o mundo seja um lugar melhor. você não só está famoso aqui na região quanto aí mas também em todas as partes, todos sabem quem é você graças ao rápido esparrame da notícia, prefeitos de todas as cidades estão pendurando faixas, balões, teleféricos, instalando aparelhos de som, tudo o que possa fazer seu nome vibrar para ver qual cidade te consagra mais por esse seu feito magnifico. aqui na minha cidade mesmo cada rua terá seu sobrenome a partir da próxima gestão da administração municipal. muitos países que antes viam o brasil com maus olhos, agora, graças ao seu feito, vêm o brasil como um exemplo, como uma nova capacitação, os grandes sortudos que sabem sobre você diz "ei, aquele cara é brasileiro" e todos replicam imediatamente "é! é! é! o brasil é um bom lugar". Graças a isso o turismo aumentou no brasil, todos vieram para cá graças a você, a entrada de moedas internacionais foi grande fazendo as bolsas e ações brasileiras decolarem e assim o brasil se tornou o pilar para solução da crise mundial. Graças a isso somos bem vistos e, claro, somos a maior potencia economica do mundo. todos os madeireiros se comoveram com seu feito e decidiram parar de explorar a amazonia para que o mundo viva mais e mais. o caos por conta do presidente negro nos estados unidos foi cessado graças ao fato do brasil ser o lider economico mundial, uma vez sendo um país de varias etnias, todos passaram a aceitar as diferenças com amor no coração. o papa mandou todos os seus representantes pelo mundo falar sobre seu nome e sobre seus feitos para que a palavra sobre vossa pessoa chegue aos ouvidos de cada criatura que ande sobre a face desse planeta. Também, graças ao seu feito, decidiram cessar os experimentos com o LHC já que a origem do universo se torna sem importancia perto da magnitude desse seu ato. Os Maias voltaram de andromeda e disseram que como existe um humano tão magnifico vivo eles iriam dar a chance de nós sobrevivermos em 2012, contaram então sobre o que poderia causar o fim do mundo, e todos os lideres de todas as nações, inspirados nesse seu feito, estão tomando providencias para que não ocorra. a magnitude desse seu feito acabou até com o magnetismo que expulsou o corpo celeste alfa que habitava a órbita da terra. Em nome desse seu feito, Akira Toryama resolveu continuar com as sagas de dragon ball, desta vez com um personagem dedicado a você. Willian Bonner e Jô Soares ao se despedirem toda noite mandam uma saudação para o Brasil e uma somente para você. Continue sempre assim, essa pessoa linda, maravilhosa, esforçada, inspiradora, magnifica, espitufenda, criativa, etc. E continue sempre fazendo atos como estes que o mundo será cada vez mais um lugar melhor para se viver. Continue assim cara, e se sobrar um tempo visites todos os citados, ninguem acredita que eu troco mensagens virtuais.
submitted by lakeXXX to Copicola [link] [comments]


2020.05.18 11:17 matusaleeem Os 13 candidatos - ANÁLISE


A partir de agora que fica interessante, os 3 mais bem votados no 1 turno.

Tem algum cirete aqui? Como vocês explicam esse tesão todo em fuder macroeconomicamente o país?


Agora a parada fica mais interessante ainda, vamos para o vencedor:

Também foi excitante para a galera de direita ter um candidato de direita forte, todo mundo ficou animado na época, parecia ser relativamente honesto, deixava esquerdistas butthurt, no segundo turno todos os eleitores de Amoedo e Alckmin pularam no bolsobonde de cum força. Prometeu não tomar nenhuma decisão no campo da economia, investidores ficaram babando com a ideia, esquerdistas butthurt everywhere, foi muito lindo a lua-de-mel bom Bolsonaro. Isso depois do impeachiment/gópi e a prisão do cachaceiro foi muito foda.
A eleição dele foi um evento 10/10 na história do país. Depois de tantos anos passando raiva com o PT vencendo eleição atrás de eleição, ver petistas e lacradores butthurt foi algo muito lindo. Mas todo mundo se esqueceu do fato que ele era um energúmeno e estava cercado de olavetes. Olavo de Carvalho foi tipo o Rumpelstiltskin da eleição, ele ajudou a eleger o bozo, mas uma hora ele ia cobrar o preço. Portanto, ao mesmo tempo que eu comemorei, estava rezando pra que ele não despirocasse e fizesse merda usando o intelecto de caracol que ele possui. E infelizmente isso aconteceu. Estou decepcionado, mas não surpreso. Votar em Bolsonaro foi uma aposta no fim das contas.
Considerações finais:
Já estávamos condenados desde 2018, com presidenciáveis tão patéticos como o que tivemos, acho infrutífero jogar a culpa da desgraça no Bolso. Ele sempre foi um energúmeno, as pessoas esclarecidas que votaram nele fizeram uma aposta que ele deixaria os ministros cuidar de seus respectivos assuntos. Estava dando certo, o Brasil estava aguentando bem as porradas das guerras comerciais da China e USA, mas infelizmente o COVID-19 tirou o resto de sanidade que restava nesse infeliz.
O mais foda ainda é o que está por vir: eleição de 2022. Tem tudo pra ser um desastre maior ainda. Luciano Huck, Dória, Cirão da Massa 2.0... Acho melhor pegarem a fornicação fora do país, quem puder, e quem não puder que invista em ouro, bitcoins ou o caralho, porque vai ser foda.

Edit:
Shills sentando o downvote com força, mas nenhum com coragem de defender seus candidatos. Vamos lá, motherfuckers, expliquem pra mim como eu errei em não ter votado na "chapa triplex", eu sou todo ouvidos.
submitted by matusaleeem to brasilivre [link] [comments]


2020.01.27 09:25 dudewhosayni Eu consegui regular meu horário de sono em apenas uma semana

como alguém que trampa a hora que quer quando tem serviço kkk, meu horário de sono era das 6 da manha as 13 da tarde, muito porque eu já tinha me acostumado com essa rotina, dá rolê de noite, trampa a tarde faze um exercicio ali pelas sete da noite. Como era finalera do ano resolvi muda e começar acordar cedo por que iso é o que se deve fazer, acertei de acordar as 6h da manha, pq é o horario nobre de acordar. Segue meu relato pra quem quiser acompanhar
Primeiro dia
já era 4h da manhã os passarinhos já estavam catando e eu ainda nem tinha ido dormir, deitado na cama revirando de um lado pro outro desdas 3h da manha, por causa da falta do horário de verão o sol tava nascendo quatro e meia da manha, pensei carai poha 4 da matina e o sol rasgando la fora lá. Celular desperta as 6h, levanto tomo um café e penso que poha vou fazer agora? abri as janela olhei o sol lá no ceu já rasgando no seus belos 23 graus sentei pra assisti um netflix e acordei as 14h, falhei miseravelmente. Notei que precisaria de alguma coisa que me mantesse entretido nesse horário sem que eu ficasse parado, resolvi pedala cedo

Segundo dia
celular desperta as 4h15m, nem tinha ido dormir ainda, então levanto da cama, tomo meu café preparo minha mochila, minha bike e taco pra praia, sendo que a praia mais próxima ficava a 50km de distancia, fui indo bem de boa, demorei 3h pra chegar, quando cheguei lá, comi meu paozinho que trouxe de casa pq tava duro e comida na praia e cara kkkk, sentei na beira da praia pra admirar umas rabas, mas era sete e meia da manhã, só tinha uma meia duzia de gato pingado, uns velhos caminhando e um caminhão de sujeira dos manos que ficaram bebendo até altas horas na madruga, começei minha jornada pra casa as 8 e pouco quase nove.... com uns 15km pedalados de volta cerca de uns 50 minutos por ai, começo a dá aquele ruim, como não tinha dormido, não tava com sono por causa do exercício mas sei que o ruim que tava dando era por causa da falta de dormir, deu ruim, negocio já era 11 horas, já tinha tomado uns 4 litro de água de posto de gasolina (esses postos de br tem uns bebedores que deixa pegar agua geladinha de graça) quase 11h da manhã sol torrando já nos 27 graus e eu lá chegando em casa faltando mais uma hora de pedalada.
Eis que chego em casa umas onze e meia, todo fudido, fui comer algo no meio do rango apaguei e acordei as 14h, mas o resto do dia fiquei meio zonzo, sem conseguir fazer nada de util varios cochilos aleatórios fui dormi onze da noite, isso mesmo onze da noite!

Terceiro dia
Celular desperta as 4h15, acordo de um belo sono, arrumo minha bike, minha mochila, preparo meu lanche, kit socorro da bike caso de merda, decidi ir até um parque numa cidade vizinha, chego no parque as 7 e pouco, sento lá tomo meu café e taco de volta pra casa, novamente 50km pra ir e 50km pra voltar, dessa vez a volta foi bem mais tranquila, não deu ruim nem nada, chego em casa perto das 11h, almoço e desmaio de novo de cansaço/sono acordo ali perto das 13h meio confuso e retartado, varios cochilos loucos durante o dia dá umas 10h fui dormir

Quarto dia
Celular desperta as 4h15, acordo, tomo um café arrumo a mochila, lanche, mesmo ritual, fui para outra praia, já sabendo que não veria nenhuma raba boa, chego na praia perto das 7h30 lancho, volto sem nenhum problema (110km) chego em casa perto das 11h almoço dou uma cochilada acordo e fico zumbi pelo resto do dia, tento assiti algo, memes, jogos, uma trampada leve, mas ainda dou aquelas pescadas durante o dia nove e meia da noite vou dormir

Quinto Dia
Celular desperta 4h15, faço ritual segui pra conhecer uma cidade um pouco mais longe 60km ida 60km volta, trajeto tranquilo, chego em casa perto das 11h, almoço, dou aquelas pescadas basicas e vou dormir as nove e meia

Sexto dia
celular desperta 4h15, acordo faço meu ritual, e faço uma pedalada mais curta pra dar uma segurada no corpo que tava já demonstrando um sinais de stress físico, pedalo cerca de 50km só 8h, eu já estava em casa, não estava com sono nem casado, sentei no pc e adiantei uns serviços e me acabei na punheta e nos games, ainda tava aquelas pescadas durante o dia, novamente nove e meia e já tava indo dormir

Setimo dia
4h15, acordo, faço ritual, vou pedalar pra uma praia aleatória, por volta das 11h chego em casa, almoço, cochilada, só jogando e vendo meme até a hora de dormir, basicamente nove e meia

Oitavo dia

4h15, Acordo muito bem descansado, vou dar a pedalada 80km, 10h e meia chego em casa, almoço, cochilo, netflix, punheta, game, por ser sábado, tive que sair com a namorada, marquei de chegar na casa dela as nove, cheguei lá já com sono, saimos pra um barzin as 10h, as 11 e pouco já tava querendo a minha cama, chego em casa meia noite e meia (notasse que demos umazinha antes de ir pro barzin kkk)

Nono dia
4h15, acordo bem disposto, faço o pedal 80km chego em casa perto das 10h e meia, um poco de trampo, almoço, cochilo de uns 40 minuto, cotidiano normal, nove meia é cama.

decimo dia
4h15 celular desperta, já tava enjoado de pedalar, não tinha mais pra onde ir basicamente teria que repetir algum destino, fico em casa mesmo, vendo memes pela manha com a consciência tranquila que já tive uma baita noite de sono, dia normal, nove e meia é cama

decimo primeiro ao setimo,
semana tranquila, acordando as 5h e meia, me alimentando bem, e sem cochilos durante o dia, mas tava faltando rolê, ia dormir perto das 10h e 10h horas o pessoal chamava pro rolê, comçei a ir pro rolê chegava em casa meia noite uma da matina já com muito sono, mas acordava de boa as 5h e meia no outro dia

Decimo oitavo dia
Dia normal, dei uma baita rolê ca mina, chegamos em casa as 3h e meia da manhã, eu cagado do sono, cachaça e da droga e decidi que gosto mais da noite, que para mim, não existe uma razão forte o suficiente que me obrigue a fazer as coisas durante o dia.

Decimo nono dia
Acabei desconstruindo a minha visão de que preciso acordar cedo todos os dias, já que prefiro as noites e me sinto mais vontade durante esse período. Tenho a ciência que sou capaz de acordar cedo e desenvolver qualquer atividade quando necessário e estou em paz comigo mesmo nesse assunto e depois desse longo relato... vou para a cama dormir
submitted by dudewhosayni to brasil [link] [comments]


2019.12.28 01:43 jpAP_gamer Tá chato isso

Teve um cara q chegou nesse sub aki e já chegou falando bosta... Disse q os moderadores não fazem nada contra os memes "sem graça" e sinceramente eu vim aqui falar sobre isso, ele disse q veio nesse G0ularte com o intuito de salvar esse sub pq estava morto, q os memes são sem graça e por aí vai, primeira coisa: vc pode postar oq quiser aki desde que respeite as regras da comunidade certo? Nas regras não diz nada sobre se vc postar memes sem graça vc vai levar um "ban", realmente concordo q os mods deveriam fazer algo contra esses posts de Join the void, mas vc vir aki só pra criticar meme é sério q se tá criticando um meme? Segunda coisa: eu tô sendo idiota de tar vindo aki pra falar sobre essa coisa besta, mas ngm liga pra vc cara NGM PEDIU PRA VC VIR AKI SALVAR ALGUMA COISA, blá blá blá... Deixa o sub do jeito q tá, deixas os memes aki cara se vc achou sem graça só ignora pode ser q outra pessoa ache graça sabia? SERIO VELHO PARA MAN. e mais uma coisa.. MODS FAÇAM ALGUMA COISA CONTRA ESSE JOIN THE VOID URGENTEMENTE
submitted by jpAP_gamer to G0ularte [link] [comments]


2019.12.20 03:09 cvcwilliam2 KOE PATo USEI SUA TABELA, sim sou eu o mlk que usa suas tabelas...hj vim contar uma história bacana...

Tudo começa quando quando o guerreiro lvl 1 resolve investigar uma mini missão sozinho (a galera faltou e só veio um...então eu pensei em castigar eles e a melhor forma era deixando meu amigo que veio mais forte com uma mini missãozinha). ele ouviu falar de um caçador que n tinha carta (é o nome dado para um papel que fala "ele pode caçar vlw") então foi dar uma olhada, chegando lá ele viu que o cara era gente boa mas devia a um bandidinho, então ele pensou "vou te ajudar" e foi tirar satisfação com o bandido... Para resumir já falo que o dialogo foi uma troca de ofensas e ameaças até a porrada começar... Ele atacou primeiro com sua espada 1d8+5 (16 de força [+3] + 2 da proficiência) de dano, e errou com 1 no d20... como era lvl 1 e eu n queria matar ele de cara só deixei passar... só q o bandido critou na cara dele e já quase matou, dps ele deu mais 2 ataques e ambos o d20 foi a baixo de 5 e o bandido que atacou dps "errou" também , então ele puto falou "é a espada só pode, velho" então largou ela e pegou um ancinho(o covil era em um celeiro) e o mlk resolveu atacar, como n era uma arma eu falei
EU= vai ser 1d3 e pronto e tu n tem proficiência
ELE= tá bom... vou morrer msm
então rolou o dado e pronto 20 natural, o ladrão atacou e errou o ataque, meu amigo atacou de novo e toma...OUTRO CRÍTICO o mlk ficou empolgado e então foi o ladrão q errou... e adivinha outro crítico, CAÔ só foi um 15 (acho q foi...n me lembro) mas pegou e derrubou o cara, GG... só q dps o ancinho quebrou até pq ele n foi feito para quebrar a cabeça dos outros.
RESUMO: o ladrão "perdoo" a divida (que na true n era culpa do ladrão...qm devia era o cara pq pedia dinheiro emprestado) e o cara parou de caçar e meu amigo ganhou um história que virou um meme nosso do ancinho>>>espada
submitted by cvcwilliam2 to patopapao [link] [comments]


2019.12.03 02:02 TigerX1 Chamada para Despertar - Parte 2

Boa Black Monday pra você. Aquele dia em que você nota que tem alguma coisa errada com essa coisa de criar desconto por causa de um feriado americano, que nos faz lembrar que no resto dos dias do ano ou você não percebe a fraude ou então está sofrendo na mão do lucro abusivo de uma megaorganização.Mas se você achou pouco o Black Friday não se preocupe agora é Black Week até chegar a decoração natalina!
Semana já começa do caralho. Noticiário parece aquela cena de filme de apocalipse onde por 30 segundos você vê que o desastre é mundial e não só em Nova York. Se lembra do David Attenbourough? A voz daqueles documentários de como a natureza é bela? Pois bem, o cara falou que já é tarde demais. Mas ei fica de boas ai, a ONU se juntou em Madri então eles vão dar um jeito na coisa, né? Quando o sol tiver de rachar pensa na ONU que o medo passa, ou não.
Se você não acredita em mim basta ver o Bonner falando que o Homem de Bem está indignado com os 9 pisoteados em Paraisópolis. O que você achou que ia acontecer? Quando o herói popular é o Capitão Nascimento, você vai começar a ver as cenas do filme passando no Jornal Nacional. Do caramba mesmo é ver a polícia falando que vai investigar os vídeos que foram enviados, e não os mortos. Paraisópolis tá com um cheiro de Rodney King que nem tem graça!
Opa, eu fui muito mórbido? Que nada! Mórbido é ficar olhando feed de notícia e simpatizando com curtida e compartilhamento. Upvote não me serve de nada, nem me alimenta e nem diminui a raiva dentro do ser. Mas ei, bate uma punheta vê mais um meme do cão alaranjado virando figurinha. Tá tudo bem agora, o Paulão garantiu que o PIB vai dobrar e o Dellagnol é o elo mais fraco.
"Nossa, pega a diva irritada!" Foi o último que me disseram quando desabafei em pessoa. Caceta estamos irritados mesmo. Estamos irritados com essa lenga-lenga de direita x esquerda enquanto a porra da República vai caindo aos pedaços por corrupção e cortina de furmaça. Estamos irritados de que político virou sinônimo de bandido, e mais irritados ainda porque é verdade. Estamos irritados que construção só acontece em ano de eleição e para na metade depois do ajuste de 25% permitido em licitação. Estamos irritados que invés de defender Humanismo e o Avanço da Razão, a comunidade científica foca em cuspir artigo sem relevância. Estamos irritados porque o Joker é uma coisa que choca a classe média mas velho morrendo de paulada no ônibus não. Estamos irritados porque o Flamengo ganhou e por isso todo mundo esqueceu do Incêndio que matou os meninos. Estamos irritados, e isso, por si só, já deveria ser motivo de medo para as cabeças pensantes.
Mas eu não sou nenhum Tyler Durden ou Carlos Prestes pra ser objeto de admiração de ninguém. Na verdade eu não importo, eu nem sei o que eu quero. Sabe quem importa? Aldous Huxley, que acertou quando viu que o medo não era 1984 mas sim o Admirável Mundo Novo. Feeds infinitos, Algoritmos de Indicação, Grupo de WhatsApp e Curtidas; esses são os quatro cavaleiros do Apocalipse brasileiro. Agora esse discurso todo tá muito saudosista pro meu gosto, e longe de mim parecer que acredito numa Era de Ouro. Madre Teresa deixa os pobres se fudendo pra ficar perto de deus e Mandela batia na mulher quando pregava o fim do Apartheid. Única santa na terra é minha vózinha querida, e olhe lá que ainda dou uma rasteira nela.
O problema é que o futuro parece confuso e sem pé nem cabeça, melhor seria se o Ensaio sobre a Cegueira virasse real. O quão fudido é a mentalidade de alguém que prefere um mundo pós-apocalíptico do quê continuar na vida em sociedade? A pior parte é que eu não estou sozinho, você sabe que no fundo todo mundo acha Zumbilândia muito mais divertido do quê o Al Gora subindo naquele negócio. Teve um filme de Rodrigo Santoro que me marcou pra Caralho, Bicho de Sete cabeças, pra mim ele é a perfeita metáfora do que tá acontecendo. A muito tempo atrás acharam alguma coisa errada com a Raça Humana, e hoje tá todo mundo preso num Asilo sem reconhecer quem é.
E eu sei o que você vai dizer, hedionistazinhx: "Se o passado não te agrada e o futuro te assusta, se entrega pro presente, cara! Curte a vida!" Essa foi a maior enrolada que os caras já bolaram. Pão e Circo, mantém a roda girando, enquanto tiver um s08e06 pra galera reclamar, enquanto tiver Tinder, iFood e Black Friday pros caras levaram a dose de morfina sem ter muito que pensar então a coisa tá legal! Jack Kerouac tem algumas lições sobre porque o movimento beatnik não funcionou. Kurt Cobain comeu uma dose de buckshot expressa. Cuidado com o dia quando a onda deixa de bater, tu vai querer se jogar no fundo do poço nesse dia.
Mas eu já percorri essa linha de raciocínio. Estoico, Cínico, Hedionista, Otimista, Pessimista, Zen, Tao, Cristão, Evangélico, Mulçumano, Coach Quântico, Zaibatsu, Militância e o escambal. Sabe qual a única verdade? A gente foi feito com um defeito. Pergunta pra um Biologista que estude a coisa a sério, e tu vai ver que a natureza inteira parece que tá se segurando com uma espécie de Silvertape molecular e é um verdadeiro milagre que essa porra tenha chegado onde chegou. E o universo inteiro tá vivendo uma adaptação de Socorro, o Piloto sumiu em escala cósmica. Dirigido pelo Diabo, Roteiro por Deus e Produção da Globo
Todas as estradas levam a Roma. Então, como que você tá preenchendo o vazio da tua alma? 
submitted by TigerX1 to brasil [link] [comments]


2019.09.13 06:03 lucius1309 TALVEZ UM POUCO DE CADA COISA


Quando seu cabelo está queimando e você não acredita que essa merda está acontecendo justamente com você. Logo você, que mamãe sempre disse que era especial, que papai sempre pegava no colo como se fosse melhor do que os outros coleguinhas do jardim de infância. Isso por que ele queria que você fosse sempre o melhor mesmo. Desde pequeno. Justo você que sempre achou que era diferenciado de todos os outros, e conforme os anos foram passando, viu que era só uma pessoa mediana e regular, com uma vidinha mais ou menos e que, assim como todos os outros, se encontrava somente em uma situação: na merda.
No desenrolar dos anos seguintes, sua auto estima foi baixando e você tentou fugir em memes na internet, rodinhas de intelectuais tomando cervejas em bares limpos, rodinhas de pinguços velhos em bares sujos, masturbação excessiva e sem tesão algum, roupas diferentes, cabelos diferentes, tatuagens, piercings, bandas não conhecidas por mais ninguém além de você, selfies postadas em redes sociais com o objetivo de resgatar a sua auto estima através de estranhos massageando seu ego com likes e coraçõezinhos, relacionamentos que nunca davam em nada além de mero sexo casual e que não duravam mais do que dois ou três meses. Você então percebeu que sua vida era um fardo, assim como a vida de todos os outros ao seu redor, e que estar vivo era uma atividade cansativa e ocasionalmente prazerosa. Não que uma morte dolorosa fosse desejada, mas morrer dormindo e sem sofrimento já não era visto com maus olhos.
Lembra de quando você tomou seu primeiro fora? Aquela garota era uma vagabunda, ela só queria três caras montando em cima com as rolas apontadas pra todos os orifícios possíveis e ficar com o cu todo melecado de porra. Ela não te amava, nunca te amou. Esteve com você enquanto não aparecia coisa melhor. E não demorou muito pra aparecer, e ela foi fazer o correto: se afogar na putaria num mundo vazio de amor. Você então descobriu o álcool e lá ficou por muitos anos, viu que a vida poderia ser mais suportável, se afastou de tudo e de todos e se afundou nos livros, descobrindo narrativas que te colocavam num mundinho perfeito e que não existia fora das páginas e dos personagens. Não demorou muito e você resolveu começar a se arriscar nisso, se deu muito bem, batia sem parar naquela máquina de escrever esperando que algo de bom acontecesse, e no fim das contas, nunca aconteceu.
Você terminou como todos os grandes gênios terminam: cara inchada de lagarto, cabeça careca, barriga grande e pés fedorentos pelo excesso de cachaça. Não havia mais nada a dizer, somente a sentir. Palavras já não eram mais o bastante, e, a partir de então, você começou a quebrar as coisas da sua casa quando ficava de fogo, depois partiu pra quebrar copos na cozinha, e por fim, quebrou uma garrafa de 51 na cabeça de um cara que nunca viu na vida, pegou a cabeça dele e bateu no chão com força, inúmeras vezes. O sangue escorreu pela rua em direção à guia e à calçada, e quando você saiu correndo dali ele estava desmaiado. Não deu pra ver se estava respirando. Voltou então pra casa e pra garrafa, e até hoje evita falar sobre isso. Você pode ter matado um cara. Já pensou nisso, Carlos?
Como você vai conviver com essa coisinha na sua cabeça o resto da vida? Ao menos a ti resta o benefício da dúvida. Pode ou não pode ter acontecido o pior. Nunca saberemos.
Eu coço a barriga e tomo quatro litros de água nos dias quentes enquanto penso em você, Carlos, e em tudo o que fez e deixou de fazer, e o quanto você realmente viveu enquanto muitos apenas vegetam por aí, vagando como zumbis sem um real propósito, e enquanto bato esse texto eu lembro de tudo o que você sofreu, das noites em claro se afundando em cocaína, vodka e punheta, das ruas vazias e silenciosas, das paredes azuis que gritavam desespero no seu quarto de cinco metros quadrados, da lousa que você tinha pendurada e que escrevia frases de efeito quando estava muito louco. Da falta de amor próprio e da falta de empatia por qualquer outro ser humano. Dos dias frios em que as madrugadas se passavam nas ruas, subindo em favelas atrás do próximo pino, debaixo de chuva, de chinelos e bermuda.
E agora isso, Carlos. Agora isso.
Agora todos estão ao seu redor. Todos querem sua presença. Todos querem festejar com você mais um aninho de vida. Onde eles estavam antes? Onde eles estavam antes? Você se pergunta. E me pergunta. E te deixo sem resposta.
Eu também não sei.
Só sei que de uma hora pra outra uma pessoa se torna muito especial para as outras, e as outras meio que por milagre, esquecem de tudo o que essa pessoa fez, como se ela tivesse sido uma santa a vida toda, e querem que seja passada uma borracha no passado. Mas você lembra de tudo, né Carlos? Você nunca vai esquecer. Eles não estavam lá, mas você estava. E por isso, nunca vai esquecer.
Não que faça alguma diferença pros outros, mas pra você eu sei que faz diferença sim. Sua esquizofrenia agradece o carinho do público, mas também rejeita a mãozinha na cabeça.
Nada faz sentido quando é simplesmente escrito e não vivido. Mas infelizmente ainda não é possível de fato viver o que o outro viveu. O que as pessoas tem de nós são apenas representações, são apenas visões externas que tentamos passar do que sentimos por dentro. Mas, de fato, elas não sabem de nada.
Pessoas não sabem de nada. Nunca saberão.
Enquanto o mundo continua em uma guerra polarizada politicamente, socialmente, economicamente, e todos os outros "mentes" possíveis e impossíveis, você segue sendo mais um regenerado com um passado obscuro demais pra mexer. Vergonhoso demais. Doloroso demais.
Você sabe que tem que revirar ele de uma forma direta e objetiva, jogar ele todo no papel pra se deparar com essa dor e finalmente abdicar dela, mas você, Carlos, ainda é o mesmo covarde de sempre. Cusão. Medroso.
Você não consegue fazer o simples pra mais da metade da população mundial: colocar seu passado num papel.
Sua mente é sua principal inimiga. Ela faz questão de querer te jogar contra si mesmo. Talvez seja só esquizofrenia. Talvez seja insônia. Talvez não seja nada.
Espero que não seja nada.
submitted by lucius1309 to desabafos [link] [comments]


2019.08.09 22:45 vintage_emo ✨POST DE APRECIAÇÃO A CULTURA E AO FUNK BRASILEIRO✨

Boa Tarde cornos!
Doente de amor, poderia tá procurando remédio na vida noturna mas ao invés disso estou aqui fazendo um post para espalhar nossa querida cultura brasileira, uma das raízes de todo o HU3 que nós sabemos que só existe aqui nessa terra. Irei mostrá-los um mundo mágico e pouco explorado de alguns clipes musicais tirados diretamente 9ª camada da deep web do youtube. Talvez os consumidores de memes mais velhos reconheçam de onde eu tirei esses vídeos, pois eles vieram de um canal chamado "amigoproducoeseterno", que é o mesmo produtor do clipe "Sou Foda", então eis aqui ele mesmo, para abrir esse post vagabundo.

1️⃣Avassaladores - Sou Foda
https://www.youtube.com/watch?v=RIBkK5X_3mo
Esse vídeo, assim como todos os outros, podem ser considerados obras de artes, já que essa sincronia sonora e visual nunca foram vistas antes em qualquer outra produção.

2️⃣Mc Medo - Medo
https://www.youtube.com/watch?v=IAf1sLvm7CQ
kkkkkk, essa música é 💯comentários, mas um detalhe pertinente além do MEDO que ela nós causa e causa também ao intérprete da mesma, é que os níveis dessas produções são tão fudidaaaas altas que eles upam o vídeo sem mudar o formato dos títulos, então esse .wmv no nome do vídeo(carente de informações), é sempre a cereja do bolo.

3️⃣Mc Ratão e As Ninjas - Funk sem palavrão
https://www.youtube.com/watch?v=pzvji9_7yMY
Pra não falarem que eu fiquei na criticância, gostaria de parabenizar essa música... Apesar de ter um clone muito brega e malfeito seminu empinando a xavasca. A letra é muito boa e eu ainda a vejo como útil em tempos como os de hoje em que só existe o ódio em qualquer meio, essa poesia é uma crítica social foda, e nela aprendemos a lição de que é melhor falar caramba... do que falar caralho.

4️⃣Eu Crio um Cururu - Artista desconhecido ;/
https://www.youtube.com/watch?v=QrDGg8SdYYc
Chegamos numa etapa um pouco desconexa, pois, esse vídeo está postado no canal que eu já citei "amigoproducoeseterno", mas creio que a autoria seja do canal "Keké isso na TV"(aquele da velha Dª Irene que lê errado). Voltando ao conteúdo, como nem tudo são flores, ou rosas sei lá kkkk, nem tudo na nossa bonita cultura é funk, temos também o forró, e neste vídeo podemos ter ainda um clima de bromance com um SAPO CURURU, aquele famoso sapo que está em todas as cantigas brasileira, mas assim como o Josefino tem um clima com o Tobia, não vejo nada de errado em ver uma história de amor linda ao som de um cover de forró, sobre uma relação com o sapo.

5️⃣Mc Cesar do Castro - É nos passando a visão
https://www.youtube.com/watch?v=92J1LfM-JEA
Nessa história, o MC Cesar passa a visão pra nóis sem simpatia, essa aí serve de aviso pra criminosos como Gilmar, Osmar, Marcão, Dona Terezinha e o irmão dela Ismael, um verdadeiro cramunhão. Só um aviso de que o crime não compensa mas que também é nóis de noite, e é nóis de dia 😎.

6️⃣A História do Cocô teimoso - Artista desconhecido ;/
https://www.youtube.com/watch?v=gvTd1KOEqRo
Como podemos perceber de inicio isso é um retrato bem humorado de uma situação cotidiana de merda. É transcendental imaginar que a humanidade chegaria a esse pinto ponto, mas estamos aí, já aconteceu tanta merda que a população clama pelo próximo meteoro e lamenta o não-fim-do-mundo em 2012 (pelo menos eu lamento, sou sadboy), então como já foi dito nunca esperaríamos chegar numa situação aonde o cara faz um apelo pro cocô, não tem o que comentar sobre isso, só sentir. Como já dizia aquele emote '-'.

É O FIM! (por enquanto)
Esses foram os mais relevantes que eu lembrei, mas se quiserem reforçar este post com mais coisas deste tipo e até da GRANDEEE Produtora kkkkk, aqui está o link do canal: AmigoProducoesEterno https://www.youtube.com/channel/UChW7LP8bczqYjCZsrdoeA2A
Se eu lembrar ou achar mais sobre isso, ou bater a pira na hora, eu posto mais!
Se esse post flopar, fodase sou desocupado e bateu a vontade de escrever isso do nada kkk, vida boa vida boa Grande dia!
submitted by vintage_emo to pescocofino [link] [comments]


2019.06.17 03:57 lucius1309 LUGAR AMALDIÇOADO

Antes de começar, dá um play nos discos que ouvi pra escrever esse texto.

ALICE IN CHAINS - SAP (1992)
https://www.youtube.com/watch?v=wQUlXOJqi5M
ALICE IN CHAINS - JAR OF FLIES (1994)
https://www.youtube.com/watch?v=6zurnifn-Y0

Gosto de forçar minha tristeza às vezes. Não sempre. Mas eventualmente gosto de saber que ainda sinto alguma coisa. No geral, é tudo apatia. Vontade de não levantar da cama e nem de ver ninguém nos olhos. Falar com pessoas é algo que acaba comigo, e várias vezes tive que ficar minutos (que pareciam dias) no telefone falando com pessoas que, honestamente, eu não dou a mínima.
Na real, eu não dou a mínima pra ninguém.
Ou quase ninguém, eu acho.
Não que eu não me importe com as pessoas, eu simplesmente não tenho interesse algum nelas, e por mim, viveria sempre no meu bom e velho casulo ouvindo discos, batendo textos e fazendo comidinhas gostosas. Sim, agora não existe a garrafa, não há muito a se fazer além disso.
"Então o que você me diz do seu trabalho atual, em que você ajuda pessoas a saírem do buraco que um dia você esteve?" o leitor pode questionar. E a resposta é simples. Eu faço tudo isso porque me faz bem, não porque faz bem pros outros. Fazer bem pros outros é mera consequência, mas se não fizesse, eu continuaria fazendo do mesmo jeito.
Certo.
Voltando uns doze anos atrás, eu estava começando a beber todos os dias, escutava Metallica, Megadeth, Anthrax, Iron Maiden e Slayer todos os dias, usava camisetas pretas e calças jeans desbotadas, havia raspado a minha cabeça com a maquininha 1, pesava sessenta quilos com um metro e oitenta de altura, odiava a faculdade e todos que estavam lá, meu namoro não ia bem e eu estava sendo traído (coisa que só vim a descobrir depois de um tempo), não acreditava em Deus e nem no Diabo, eu só queria me esconder e ler um pouco de Nietzsche. Acabei lendo dez livros dele, fora Schopp, Kierkgaard, Spinosa, Rimbaud, Heidegger, Camus, Baudelaire e outros imbecis, não sei onde eu li, só sei que li sobre o egoísmo do altruísmo, e sobre como pensar no próximo era sim o maior ato de pensar em si mesmo. Se fazer bem pra alguém te faz bem, você faz, mas se não faz, você deixa de fazer. É aquele velho ditado, todo mundo torce pelo sucesso do outro, desde que não interfira no sucesso de si mesmo. Logo eu, uma das pessoas mais covardes que conheci, lendo isso com meros dezessete anos, sem saber porra nenhuma da vida e achando que o problema estava todo no mundo lá fora, e nunca dentro de mim.
Afinal, não havia nada de errado em pensar em suicídio todos os dias, beber e ouvir música pesada. E depois disso tudo, as coisas só vieram a piorar.
Tenho certeza que moro num lugar amaldiçoado. Meus dois vizinhos usam drogas de forma violenta, desde que estão aqui eles usam, até hoje não conseguiram parar. Um deles eu sei que está jurado de morte pelo líder de algumas bocas de fumo da região, inclusive uma vez ele quase morreu por causa de uma dívida de trinta reais, mas eu fui na biqueira e paguei essa dívida. Claro que depois disso ele contraiu dívidas novas, e novas, e hoje devem estar em números exorbitantes.
Dentro da minha casa eu já usei muita droga, assim como meu pai e minha mãe, meu irmão começou a usar drogas aqui dentro também. Um ex namorado da minha mãe morreu de cirrose na sala de estar, ela chegou do trabalho e encontrou ele todo ensanguentado, pedaços do rim e do fígado espalhados pelo sofá, uma cena digna de um seriado policial. Eu mesmo já tentei me matar seis vezes aqui dentro, sendo dois enforcamentos, três tentativas de overdose (uma delas com medicamentos, duas com outras drogas) e uma vez com uma arma contra a minha cabeça. A casa já foi invadida duas vezes, furto, onde nada de mal aconteceu além da perda material. Já coloquei aqui dentro traficantes, putas, usuários de drogas, bicheiros, assassinos, trombadinhas, moradores de rua e toda classe de degenerados.
Hoje moro sozinho nessa casa, estou pensando em sair fora, pagar um aluguel em algum lugar e passar essa casa pra frente (venda ou locação), pra ver se consigo me sentir melhor. Os sábados geralmente são piores, mas todos os dias são complicados, o espiritual daqui é carregado, é como se alguma alma ainda andasse aqui dentro, quem sabe a alma do ex-namorado da minha mãe, que morreu aqui dentro. Minha mãe está numa depressão forte há quase dois anos, não consegue reagir de maneira nenhuma, envelheceu uns 20 anos desse tempo pra cá, chora o tempo todo e não quer sair do sofá. Assiste as novelas mexicanas e às vezes passa dias sem tomar banho. Come eventualmente e toma medicamentos fortes demais.
Eu tenho certeza que ela vai melhorar se sair daqui. Deve ter um sapo enterrado em algum lugar, que já estava enterrado desde antes de mudarmos pra cá. Fomos os primeiros donos, essa casa é nossa há quase 25 anos, e desde que meus pais vieram pra cá, comigo e meu irmão, tudo só piorou pra eles. Inevitavelmente veio o divórcio, e meu pai está bem melhor desde então.
Já morei em outros lugares, mas por pouco tempo, e nesse pouco tempo fora, a vida pareceu melhor de alguma forma. Eu consegui progredir, evoluir. Mas sempre acabo voltando pra cá, quer eu queira, quer não. Fiz uns trabalhos espirituais, incensos, defumações, descarregos, mas por enquanto, tudo segue do mesmo jeito. Satanás, em todas as suas formas, é muito forte aqui. São anos e anos se abastecendo de tristeza, vontade de morrer, abuso de álcool e drogas e desmoronamento familiar.
Talvez a vida seja melhor fora daqui.
Talvez o problema esteja em mim.
Não sei, não pretendo saber.
Tudo o que eu quero é uma paz de espírito completa. Uma utópica forma de ver a vida de maneira positiva. Afinal de contas, os especialistas com seus diplomas pomposos pendurados na parede dizem que tudo depende só de nós mesmos, e afirmo, pra estes, que se depende de mim mesmo, e somente de mim mesmo, eu venho fazendo um péssimo trabalho. Falta talento. Falta paciência. Falta principalmente vontade, porque como eu disse acima, minha vontade é de ficar no meu casulo sem ter contato com pessoas, pois pra mim a vida das pessoas é tão importante quanto a teia de aranha que destruí hoje enquanto limpava a cozinha.
Trabalho com a minha ansiedade da mesma forma que trabalho com o meu alcoolismo, um dia de cada vez. Faço exercícios de respiração, tento ocupar minha cabeça, canalizo pra alguma atividade um pouco produtiva, leio, vejo memes e torço pro dia acabar logo. Dentro de mim ainda respira um ser conturbado e problemático, que já ameaçou pessoas com faca e se jogou na frente de carros. Escutem, eu não sou santo, nem sou um escritor genial, sou só um cara fudido tentando ser feliz. Como a maioria é também. A diferença é que eu enfrento essa realidade (mesmo contra a minha vontade) e tento fazer alguma coisa, enquanto os outros, no geral, estão vivendo vidas patéticas demais e recheando as redes sociais com sorrisos mentirosos e olhos sem brilho.
O mundo continua girando, e continuará girando sempre, comigo aqui ou comigo em outro plano.
Isso não quer dizer que eu queira me matar.
É uma ideia que existe, mas ela aparece uma vez por semana e dura de cinco a dez minutos, então eu penso em todo o trabalho que seria e acabo desistindo, até porque eu tentei me matar muitas vezes e não morri, não vai ser agora que vai dar certo.
Ou vai?
Chega, esse texto está muito carregado. Não vou falar sobre atentar contra a minha própria vida, vou falar de uma coisa legal.
Hoje eu saí cedo pra dar uma volta, me ajuda a lidar com a minha ansiedade, e vi umas crianças de uns sete ou oito anos de idade tocando as campainhas e saindo correndo depois, dando risada numa inocência sem precedentes. Aquilo me tirou um sorriso dos lábios, e vi alguma esperança nas próximas gerações. Não necessariamente que eles vão dar certo, afinal, a minha geração falhou miseravelmente. Mas me fez ver as coisas com outros olhos pela primeira vez em semanas.
Depois disso, andando pelas ruas e vendo as pessoas tranquilas me senti em paz, uma paz estranha, serena, como se não houvesse nada de errado no mundo, como se minha vida tivesse sido perfeita até ali, como se eu tivesse tido o amor do meu pai e da minha mãe, como se eu nunca tivesse tentado me auto destruir pelo simples fato de me odiar demais e achar que eu não mereço ser feliz. E aquela paz durou algumas horas, eu cantei algumas músicas alegres e ganhei a minha semana.
Talvez ainda resida um Deus dentro de mim que me indica os caminhos certos e me faça acertar de vez em quando. Enquanto eu não faço contato direto com ele, vou tocando os dias da melhor forma.
submitted by lucius1309 to desabafos [link] [comments]


2019.05.03 12:20 cu_de_pato o dia que sai com a mina do tinder

Suave domingao dei match com a piranha no tinder ne
Paz total trocamo uma ideia masomeno
A mina tinha um perfil de copa Isso mesmo perfil de copa tiu
Varias foto dela de camiseta da selecao, canarinho pistola 100% jesus, entendi nada
Demoro vamo troca ideia o lunatica
Papo vai papo vem ela vem com umas ideia “o hexa nao veio mas se vc chamar eu vou”
Falei, papai ai eu me crio
Vamo se ve amanha sua puta “Bora”
Coitada
“Vamo aonde?” “Pode ser aqui na minha casa”
Coitada 2x
Ai começo a fala q bebia pra caralho
Coitada 3x
Unica foda eh q ela eh de diadema
Se e loko Beleza Passa o dia, hoje ja eh amanha, suave
Acordo de manha, lavo o bene pra ele ficar como mlk Saboroso pra ela enfia inteiro na boca
Suave, vo trampa Ai ja confirmo o piao ne, pq se ta ligado
Falo q vai da tem q da Marcamo no carrefour
Ja fiquei meio pa ne, carrefour, sei la Suave, chego uns 10min mais cedo, fico vendo os vinho So vinho merda
Nem corote tinha naquele carrefour, fiquei desolado
Ai a vaca chega
Trocamo uma ideinha ne pai, vamo ve umas breja
Olho pro chao, uma nota de 50 mango
A tiu mentira Serio ta me zuano
Pagode da ofensa vai entra nao pode se Pego a nota e coloco no bolso, eu vejo tudo ngm me ve
Fodassssssss “E ai piranha a breja e por minha conta”
Pego logo 2 fardo de burguesa pq burguesa eh toppp “To com fome”
Vamo ostenta entao cadela pega um pringles ai
Fomo pro caixa, felizao ne cuzao, vai sai tudo no vasco
Passa as coisa no caixa “32 reais sr”
Ai eu olho pro monitor a mina passou um fardo soh Na hora eu ja pensei
“Mentira velho nao pode ser verdade puta que me pariu Alem de achar o caralho do dinheiro no chao, vo paga menos Isso e pegadinha do sergio mallandro”
Pago ela correndo e saio fora ne nao pode perde oportunidade Fomo pra casa dela
Deixei meu carro na rua mo medo, eh diadema ne tiu Subimo la trocamo uma ideia
“Queria uma pizza”
Eu ja tava como
“Vai biscate pede o que quiser q hoje nois eh rei” Pizzona encomendada Do uns amasso loko nela, uns malho tope
Pica ja fica envernizadona pareceno a bengala do chaplin
Chegou o caralho da pizza, ela pagou inclusive Ate agora nao encostei na carteira, estou nas nuvens
Comemos Ela comeu 4 pedaco pedrera do caralho
Comi so 2 Suave pai
“Ai to com frio” “Deixa eu te esquenta piranha”
Fomos pro quarto Ai como q o predador ja ta
Pique o venom com a linguona pra fora
Ja tiro as calça dela
Ah ela tinha uns tetao gostoso hein ce e loko
Começo a chupa aquela buceta Gozou umas 4x na minha boca vagabunda
Gosto muito Eu ja to ficando careca e ela fica puxando meu cabelo vsf
Encapuzo o mlk e bora tora dentro
E o prikito incandescente la Ai volto a chupa pq eh importante
Dexa o mariscao gostoso Suave madeira de novo, lincha ela na vara
“Senta na minha cara sua desgraçada” Ai o bagulho fico loko
Parecia uma lontra tendo convulsao
“Para pelo amor de deus ce ja deu game over na minha buceta” VAI ACHANDO Q EU VO PARA
Pra ce ter ideia a mina soltava uns meme do faustao
Bom, ja tinha quase deixado ela paraplegica imovel vegetal
“Juba meu bindo adé eu goza vai o bagabunda”
Esporro nela Mais em mim do que nela fdp Deitamos juntos
“Iae jao posso dormir aqui” “Pode” Suave Ela começa a canta uns modao nada a ve velho
Ja fico meio pa “Ou vamo ve se meu carro ta la mano” “Vamo” Blz
Carro ta la Dei linha Casa Tchau seloko
submitted by cu_de_pato to circojeca [link] [comments]


2018.12.06 00:20 YoutuberMeirelles Como fazer amizades depois da faculdade?

É o seguinte, não fiz grandes amizades no EM/faculdade, e hoje sou o cara mais novo da minha empresa em todo o Brasil, e mais novo no meu setor por uma diferença de pelo menos 10 anos do segundo mais novo. Minha personalidade se adapta bem a esse ambiente, sempre me senti mais velho, mas o problema surge depois que o expediente acaba. Aos poucos vou me entrosando, mas sinto falta da sinergia que eu tinha com meus colegas de faculdade, tipo rindo de memes e tal.
Pergunto: como fazer novas amizades, com pessoas da minha idade e que NÃO trabalham no mesmo local que eu e nem estudo? Moro em uma pequena capital.
submitted by YoutuberMeirelles to brasil [link] [comments]


2018.11.13 13:35 Dinohobby Pediram para eu postar aqui também. Traduzi o texto famoso do filho incel do r/self "My son is a hateful incel, and I just cannot save him or defend him anymore."

link original pra quem quiser: https://www.reddit.com/self/comments/9vs05k/my_son_is_a_hateful_incel_and_i_just_cannot_save/

Meu garoto, meu filho mais velho, era tão bom quando pequeno, mas algo dentro dele quebrou quando ele era adolescente.
Minha esposa e eu sempre aceitamos, amamos e encorajamos ele. Nós o ensinamos a trabalhar duro e tratar as pessoas com respeito. Eu não sei onde exatamente nós falhamos com ele, mas como um pai eu me sinto responsável pelo que ele se tornou.
Começou quando ele tinha 14 anos. Ele tinha começado a se tornar recluso e emocional. Nós julgamos que era apenas as alterações de humor da adolescência. Por algum motivo ele era irritadiço e amargo o tempo todo. Nós estávamos preocupados com sua falta de vida social e sua dependência de seu computador. Ele meio que se escondia no mundo online então eu e minha esposa começamos a limitar seu tempo no computador, mas isso só o tornou mais agressivo e confrontador.
Sua higiene era ruim, e ele sempre nos confrontava quando pedíamos para que tomasse um banho ou lavasse suas roupas. Seu quarto fedia e eventualmente tivemos uma grande briga quanto a isso, onde ele acabou empurrando minha mulher e xingando-a de vadia. Finalmente conseguimos o fazer limpar e deixar entrar ar em seu quarto regularmente, justificando que a casa era nossa e que se ele não conseguia manter seu espaço em dia então não teria direito a tê-lo – essencialmente chegamos ao ponto em que nós dissemos a ele que não teria posse de suas coisas nem privacidade a menos que cuidasse do espaço que todos nós dividimos. O quarto ainda tinha um cheiro terrível e ele continuava sendo rude quanto a limpeza, mas ao menos nós podíamos falar para ele limpar e ele o faria.
Nós acabamos recebendo uma ligação de sua escola dizendo que uma estudante se sentia abusada por ele. Nos mostraram mensagens onde ele continuava repetindo para ela transar com ele, ameaçando “punir” ela por ter um relacionamento com ele sem querer fazer isso, enviando nudes para ela contra a vontade dela, contando suas fantasias violentas e eventualmente se rebaixando para reclamações horríveis cheias de ódio sobre como ela era apenas mais uma “vadia” e outras coisas.
Nós ficamos chocados. Nós explicamos para ele o porquê desse comportamento ser inaceitável, e eu disse que não havia problema em ser sexualmente ativo, mas que suas ações eram tóxicas e abusivas.
Eu tentei orienta-lo de homem para homem, levando ele para viagens de acampamento e coisas parecidas, além de falar com ele sobre garotas e mulheres e tentando dar dicas para ele. Eu sugeri para ele que tentasse tomar banho, mudasse o estilo de seu cabelo e pelos faciais, experimentasse roupas diferentes e talvez começasse a ir a uma academia.
Contei a eles algumas verdades doidas – que se ele não quer uma mulher nojenta ele não deve ser um homem nojento. Com homem nojento eu quis dizer higiene e aparência. Expliquei para ele que uma boa aparência é mais higiene e cuidado próprio que genética mas ele se recusou a aceitar o que eu disse.
Depois disso eu o peguei fungando as calcinhas de sua irmã na lavanderia – ele tinha 17 anos na época, e sua irmã 12 – ele me assegurou que isso não tinha nada a ver com sua irmã, e disse que ele apenas tinha um fetiche por cheirar calcinhas e que ele fingia que elas eram de garotas de vídeos pornô, mas ainda assim o fiz sentir o inferno por isso, deixando ele de castigo e sem seu computador por 6 meses. Eu acabei dando uma olhada em seu computador e fiquei enojado com os forums odiáveis, racistas e de incels (celibatários involuntários, homens que não conseguem ter relações sexuais e amorosas e culpam as mulheres e os homens sexualmente ativos por isso) que ele frequentava, as coisas horríveis que ele falava sobre mulheres, e arquivos salvos com pornô de desenhos com garotas de idade duvidável. Eu limpei o HD por completo e comecei a monitorar estritamente sua atividade online. Eu usei filtros parentais para bloquear sites de incels e pornôs que possuíam pornografia cartoonizada.
O próximo grande problema foi algo que ele fez com a amiga de minha filha. Minha filha é cinco anos mais nova que ele, e um dia depois de uma amiga dela ter vindo dormir em casa minha filha veio até mim e disse que essa amiga queria contar algo para mim mas estava com medo do que eu poderia falar.
Meu filho encurralou essa garota de 13 anos e fisicamente bloqueou o caminho, tocou seu cabelo e rosto enquanto fazia comentários inapropriados sobre seu corpo e perguntando se ela gostava de dormir nua e que tipo de roupas intima ela usava.
Eu rasguei com meu filho por isso, eu e minha esposa gritamos com ele, e dissemos que seu comportamento era horrível e falei que se seus atos o fizessem ser preso, eu não iria defendê-lo. Ele nos acusou de não ama-lo, mas eu disse que a razão para eu estar tão bravo com ele naquela situação era exatamente porque eu o amava, e que eu queria ajudar ele a se tornar um bom homem para que ele parasse de ser predatório, amargo e miserável. Eu contei algumas verdades duras. Que ele fez tudo isso a si mesmo e que ele é o único que ele pode culpar pelo quão amargo ele é.
Eu sugeri que ele procurasse por mulheres de sua idade e ele acabou reclamando que isso era uma perda de tempo pois mulheres já eram putas (e sua definição de puta é uma mulher que não é virgem) aos 17 anos. Eu chamei sua atenção por conta dessa merdalhada que ele disse e demonstrei claramente que se ele abusasse novamente de alguma garota jovem eu mesmo o denunciaria.
Eu convidei a amiga da minha irmã para vir em casa depois disso e pessoalmente pedi desculpas pelo ocorrido, eu chorei de vergonha pelo comportamento do meu filho e implorei por perdão por permitir que ela se sinta insegura em minha residência, além de prometer a ela que se ela a qualquer momento se sentisse desconfortável ela poderia vir até minha esposa e eu e nós sempre acreditaríamos e ajudaríamos ela. Por sorte, minha filha não perdeu essa amiga, mas por segurança eu instalei uma fechadura na porta de seu quarto.
Nós conseguimos uma terapia para meu filho mas ele se recusou a entrar em contato com o terapeuta, chamando ele de “árabe escroto”, “pajeet” e “terrorista”. Seu próximo terapeuta era um “chad” (chad, na cultura da internet, é um pau no cu estereotipado, com um ego do tamanho de um planeta que precisa de um chute no queixo, normalmente considerado o “babaca que elas correm atrás”) e portanto também não conseguir ir com a cara dele.
Nós brigamos com ele por não tentar, não conseguir um emprego e ele disse que não conseguia um por conta dos imigrantes, e eu acabei apontando que ele estava tendo dificuldades pois ele foi demitido de seus trabalhos do colégio por ser preguiçoso.
Depois dessas brigas, minha esposa tentou empatizar com ele e entender o que o tornou tão amargo, mas ele se virou contra ela, chamando ela de uma puta devoradora de rolas e disse que ela “fodeu” seu caminho por dezenas de homens até que ela encontrou um “viado beta” que estava disposto a dar um lar para ela em troca de sexo missionário.
Minha esposa, que trabalha e ajuda na renda familiar, que é uma mulher independente e profissional.
Honestamente eu perdi a mente nisso mais do que nunca. Eu nunca havia ficado tão bravo quanto quando eu ouvi o que ele disse. Ela pode ser a mãe dele, ele pode ser meu filho, mas a mulher que ele estava xingando e acabando era a porra da minha esposa. Ninguém fala assim da minha esposa.
Eu estou envergonhado de dizer que no meio da minha fúria ele me empurrou e eu retaliei fisicamente, empurrando ele de volta e colando ele na parede. Eu senti vergonha de mim mesmo. Eu nunca fui uma pessoa brava ou violenta, mas eu não pude me controlar. Eu nunca havia colocado minhas mãos em qualquer um dos meus filhos daquela forma em toda minha vida, eu odeio quem abusa de suas próprias crianças, mas esse garoto não era nenhuma criança. Ele era um homem crescido.
Ele ficou intimidado e recuou, e por um tempo ele ficou pacífico.
A gota d’água aconteceu essa semana.
Minha filha ficou com três pessoas em sua vida toda. Um garoto, uma garota e agora outro garoto. Nós sempre fomos abertos quanto a sexo com minha filha do mesmo jeito que éramos com meu filho. Nós perguntamos se ela gostaria de ter um estoque regular e sem questionamento de preservativos em sua gaveta no banheiro, e se ela gostaria de tomar anticoncepcionais. Ela disse não para as duas perguntas com seu primeiro namorado. Ela nunca o trouxe para casa, mas chegamos a encontrar ele uma vez em um de seus recitais. Quando ela teve uma namorada ela ia para a casa dela direto, e não queria trazer ela para a mesma casa que seu irmão morava, um sentimento que eu entendia.
Mas seu mais recente namorado tinha muita coisa acontecendo por trás em sua família. Ele é um bom garoto mas sua mãe é uma mãe solteira de quatro filhos e sofria bastante por isso.
Esse garoto começou a frequentar nossa casa mais ou menos um mês depois deles se juntarem. Eu gosto dele, minha filha é feliz com ele, ele trata ela com respeito, é inteligente e um absoluto cavalheiro. Ele é respeitoso e educado em nossa casa, ele me chama de senhor, minha esposa de madame e oferece ajuda para cozinhar e lavar a louça ou até mesmo limpar a casa quando ele visita. Ele conversa com a gente, é meio que um cozinheiro amador e trás comida para nós o tempo todo para agradecer os nossos cuidados a ele. Quando nós saímos para jantar ele sempre oferece pagar para ele e minha filha (mas eu sei que ele não tem muito dinheiro então eu pago para ele). Quando saímos do carro ele sempre abre a porta para minha esposa e oferece a mão dele para ajudar ela a descer. Ele segura as portas, quando saímos para algum lugar ele ajuda minha filha a colocar a jaqueta como naqueles casais doces e tradicionais.
Esse jovem trabalha duro, e dá o pouco que tem para sua mãe e irmãos. Como eu disse, eu realmente respeito o garoto. Eu ofereci dinheiro para ele uma vez para que fizesse compras para sua família mas ele recusou e disse que se sentiria culpado por aceitar meu dinheiro daquele jeito. Ele aprecia as coisas – no inverno, estava -20 graus e ele tinha apenas uma roupa com capuz, então eu enrolei minha jaqueta em seus braços e disse “tome, garoto, está frio”. Ele encheu os olhos de lágrimas e agradeceu, e eu dei alguma desculpa sobre querer me livrar da jaqueta e disse que ele poderia ficar com ela se ele trouxesse alguns biscoitos a próxima vez que nos visitasse.
Quando o Natal chegou, eu o convidei para a ceia, e quando eu fui buscar ele eu deixei alguns presentes para sua família, e no caminho de volta para minha casa nós tivemos um momento. Ele estava chorando, pois não tinha muito o que dar para nós – ele deu um presente para todos nós em casa mas chorou mesmo assim pois sentiu que não era o suficiente considerando o que eu fiz por ele. Eu encostei o carro, e o abracei, dizendo que não importava o valor do que ele nos dava, mas sim que ele nos deu algo afinal. Eu agradeci ele por tratar minha filha tão bem, e eu disse que ele era sempre bem vindo em nossa casa.
Meu próprio filho não tinha nos dado nada de natal, nem mesmo um cartão ele comprou com o dinheiro que nós demos a ele. Esse garoto deu para minha esposa e a mim taças de vinho que combinavam visto que nós gostamos de dividir uma garrafa de vez em quando.
Meu filho não comeu com a gente. Ele pegou a comida da mesa e correu de volta ao seu quarto sozinho enquanto o namorado de minha filha conhecia minha irmã e sua família, meus pais e meu tio. Todos eles disseram que ele era charmoso e muito educado. Enquanto isso, depois da janta, meu filho disse para meu sobrinho de 5 anos “vaza daqui seu viado” por ter pedido para jogar algum jogo com ele. Um homem de mais de 20 anos.
Semana passada, minha esposa e eu ficamos fora uma tarde toda para aproveitar um tempo a sós. Nós fomos jantar, e então nós fomos para um bar para jogar um pouco de sinuca, e depois para casa.
Quando entrei em casa, os garotos estavam gritando uns com os outros. Eu corri e vi meu filho e o namorado de minha filha brigando. O namorado estava apenas empurrando e tentando redirecionar meu filho, meu filho estava socando e investindo contra ele. Minha filha estava chorando e sentada encostada à parede escondendo seu rosto. Eu entrei no meio deles e os separei, demandando uma explicação.
Meu filho começou um barraco falando sobre como ele achou anticoncepcionais e ouviu sons de “putaria” vindo de dentro do quarto dela, então ele arrombou a porta e encontrou eles transando, disse que não acreditava que sua irmã era uma “puta de um preto” e chamou o pobre coitado de macaco e outras coisas.Minha esposa levou minha filha e seu namorado para longe dali. Eu gritei com meu filho pelos seus atos. Eu não consegui chegar a lugar nenhum com ele então fiz ele esperar em seu quarto. Eu fui falar com minha filha. Pedi desculpas para seu namorado, chorando enquanto eu o fazia, dizendo que eu esperava que ele me perdoasse por deixar isso acontecer. Ele disse que ele estava arrependido de ter ficado violento, mas disse que só ficou pois meu filho bateu em sua namorada. Minha filha chorou e disse que seu irmão era um psicopata e a ameaçou de estupro, e que ele admitiu já ter gozado em sua escova de dentes e de cabelo.
Eu corri para o quarto dele, e disse firmemente que ele tinha que pegar suas coisas e sair. Eu disse que pagaria para ter suas coisas enviadas a ele, para onde ele fosse, mas que ele iria embora amanhã.
Minha esposa ficou na casa das minhas irmãs, e minha filha e seu namorado ficaram na casa dele por algumas noites.
No dia seguinte eu praticamente atirei meu filho para fora de casa enquanto ele gritava e chutava.
Eu tomei sua chave e mudei a senha do alarme e da porta da garagem. Um dia depois eu recebi uma mensagem requisitando que algumas de suas coisas – quase tudo seus jogos – sejam enviadas para um prédio estranho que eu não reconheci a algumas cidades daqui. Um homem aparentemente da idade de colegial tocou a campainha e eu entreguei as coisas a ele. Eu não vi meu filho.
Minha esposa e eu fomos até seu quarto. O namorado da minha filha veio em casa e ajudou a mover os móveis para a garagem. Nós jogamos fora seu colchão e outras coisas nojentas e fedidas, além de retirarmos e substituirmos o carpete.
Escondido em seu armário estava um monte de calcinhas da minha filha, tão saturadas com bolor e sêmen velho que estavam tão duras quanto tijolos. Talvez a pior parte seja que existiam algumas que minha filha jurava não ser dela, além de serem pequenas demais para serem da minha esposa. É possível que ele tenha roubado de minhas sobrinhas.
Tinha até mesmo um caderno contendo desenhos explícitos do meu filho estuprando violentamente várias mulheres e mantendo garotas pequenas acorrentadas em algum tipo de “calabouço sexual”. Eu mexi em seu celular antigo que ainda estava funcionando, e todas suas fotos eram screenshots de minhas sobrinhas e suas amigas usando biquínis, muitos pornôs de cartoons, muitos memes de incell, Trump e red pill (red pill, vinda do filme Matrix onde Morpheus oferece uma pílula vermelha para Neo, o fazendo acordar, é um termo na internet usada entre conservadores e apoiadores do Trump para explicar quando uma pessoa acordou de uma vida de doutrinação esquerdista). Ele ainda tinha o messenger, então eu chequei suas mensagens, a maioria delas era apenas ele tentando abusar de mulheres e garotas menores de idade.
Eu dei uma olhada em seu e-mail e, para meu desgosto, ele roubou fotos privadas da minha esposa de seu celular, e estava vendendo elas.
Hoje eu fui até a polícia com tudo que eu tinha e contei tudo que sabia.
Eu dei ao meu garoto tudo... Eu não sei porque ele acabou nesse caminho. Eu sou muito arrependido de ter falhado com ele. Eu não sei o que a polícia fará, mas espero que eles parem ele antes que ele machuque mais alguém.
A coisa mais triste é que, ontem, depois que tudo tinha terminado e acalmado, foi um dia maravilhoso. Um dos dias mais felizes que já tivemos.




É isso, se alguém quiser que eu altere alguma coisa é só falar, os edits são para isso


submitted by Dinohobby to brasilivre [link] [comments]


2018.11.13 03:45 Dinohobby Traduzi o texto famoso do filho incel do r/self "My son is a hateful incel, and I just cannot save him or defend him anymore."

link original pra quem quiser: https://www.reddit.com/self/comments/9vs05k/my_son_is_a_hateful_incel_and_i_just_cannot_save/

Meu garoto, meu filho mais velho, era tão bom quando pequeno, mas algo dentro dele quebrou quando ele era adolescente.
Minha esposa e eu sempre aceitamos, amamos e encorajamos ele. Nós o ensinamos a trabalhar duro e tratar as pessoas com respeito. Eu não sei onde exatamente nós falhamos com ele, mas como um pai eu me sinto responsável pelo que ele se tornou.
Começou quando ele tinha 14 anos. Ele tinha começado a se tornar recluso e emocional. Nós julgamos que era apenas as alterações de humor da adolescência. Por algum motivo ele era irritadiço e amargo o tempo todo. Nós estávamos preocupados com sua falta de vida social e sua dependência de seu computador. Ele meio que se escondia no mundo online então eu e minha esposa começamos a limitar seu tempo no computador, mas isso só o tornou mais agressivo e confrontador.
Sua higiene era ruim, e ele sempre nos confrontava quando pedíamos para que tomasse um banho ou lavasse suas roupas. Seu quarto fedia e eventualmente tivemos uma grande briga quanto a isso, onde ele acabou empurrando minha mulher e xingando-a de vadia. Finalmente conseguimos o fazer limpar e deixar entrar ar em seu quarto regularmente, justificando que a casa era nossa e que se ele não conseguia manter seu espaço em dia então não teria direito a tê-lo – essencialmente chegamos ao ponto em que nós dissemos a ele que não teria posse de suas coisas nem privacidade a menos que cuidasse do espaço que todos nós dividimos. O quarto ainda tinha um cheiro terrível e ele continuava sendo rude quanto a limpeza, mas ao menos nós podíamos falar para ele limpar e ele o faria.
Nós acabamos recebendo uma ligação de sua escola dizendo que uma estudante se sentia abusada por ele. Nos mostraram mensagens onde ele continuava repetindo para ela transar com ele, ameaçando “punir” ela por ter um relacionamento com ele sem querer fazer isso, enviando nudes para ela contra a vontade dela, contando suas fantasias violentas e eventualmente se rebaixando para reclamações horríveis cheias de ódio sobre como ela era apenas mais uma “vadia” e outras coisas.
Nós ficamos chocados. Nós explicamos para ele o porquê desse comportamento ser inaceitável, e eu disse que não havia problema em ser sexualmente ativo, mas que suas ações eram tóxicas e abusivas.
Eu tentei orienta-lo de homem para homem, levando ele para viagens de acampamento e coisas parecidas, além de falar com ele sobre garotas e mulheres e tentando dar dicas para ele. Eu sugeri para ele que tentasse tomar banho, mudasse o estilo de seu cabelo e pelos faciais, experimentasse roupas diferentes e talvez começasse a ir a uma academia.
Contei a eles algumas verdades doidas – que se ele não quer uma mulher nojenta ele não deve ser um homem nojento. Com homem nojento eu quis dizer higiene e aparência. Expliquei para ele que uma boa aparência é mais higiene e cuidado próprio que genética mas ele se recusou a aceitar o que eu disse.
Depois disso eu o peguei fungando as calcinhas de sua irmã na lavanderia – ele tinha 17 anos na época, e sua irmã 12 – ele me assegurou que isso não tinha nada a ver com sua irmã, e disse que ele apenas tinha um fetiche por cheirar calcinhas e que ele fingia que elas eram de garotas de vídeos pornô, mas ainda assim o fiz sentir o inferno por isso, deixando ele de castigo e sem seu computador por 6 meses. Eu acabei dando uma olhada em seu computador e fiquei enojado com os forums odiáveis, racistas e de incels (celibatários involuntários, homens que não conseguem ter relações sexuais e amorosas e culpam as mulheres e os homens sexualmente ativos por isso) que ele frequentava, as coisas horríveis que ele falava sobre mulheres, e arquivos salvos com pornô de desenhos com garotas de idade duvidável. Eu limpei o HD por completo e comecei a monitorar estritamente sua atividade online. Eu usei filtros parentais para bloquear sites de incels e pornôs que possuíam pornografia cartoonizada.
O próximo grande problema foi algo que ele fez com a amiga de minha filha. Minha filha é cinco anos mais nova que ele, e um dia depois de uma amiga dela ter vindo dormir em casa minha filha veio até mim e disse que essa amiga queria contar algo para mim mas estava com medo do que eu poderia falar.
Meu filho encurralou essa garota de 13 anos e fisicamente bloqueou o caminho, tocou seu cabelo e rosto enquanto fazia comentários inapropriados sobre seu corpo e perguntando se ela gostava de dormir nua e que tipo de roupas intima ela usava.
Eu rasguei com meu filho por isso, eu e minha esposa gritamos com ele, e dissemos que seu comportamento era horrível e falei que se seus atos o fizessem ser preso, eu não iria defendê-lo. Ele nos acusou de não ama-lo, mas eu disse que a razão para eu estar tão bravo com ele naquela situação era exatamente porque eu o amava, e que eu queria ajudar ele a se tornar um bom homem para que ele parasse de ser predatório, amargo e miserável. Eu contei algumas verdades duras. Que ele fez tudo isso a si mesmo e que ele é o único que ele pode culpar pelo quão amargo ele é.
Eu sugeri que ele procurasse por mulheres de sua idade e ele acabou reclamando que isso era uma perda de tempo pois mulheres já eram putas (e sua definição de puta é uma mulher que não é virgem) aos 17 anos. Eu chamei sua atenção por conta dessa merdalhada que ele disse e demonstrei claramente que se ele abusasse novamente de alguma garota jovem eu mesmo o denunciaria.
Eu convidei a amiga da minha irmã para vir em casa depois disso e pessoalmente pedi desculpas pelo ocorrido, eu chorei de vergonha pelo comportamento do meu filho e implorei por perdão por permitir que ela se sinta insegura em minha residência, além de prometer a ela que se ela a qualquer momento se sentisse desconfortável ela poderia vir até minha esposa e eu e nós sempre acreditaríamos e ajudaríamos ela. Por sorte, minha filha não perdeu essa amiga, mas por segurança eu instalei uma fechadura na porta de seu quarto.
Nós conseguimos uma terapia para meu filho mas ele se recusou a entrar em contato com o terapeuta, chamando ele de “árabe escroto”, “pajeet” e “terrorista”. Seu próximo terapeuta era um “chad” (chad, na cultura da internet, é um pau no cu estereotipado, com um ego do tamanho de um planeta que precisa de um chute no queixo, normalmente considerado o “babaca que elas correm atrás”) e portanto também não conseguir ir com a cara dele.
Nós brigamos com ele por não tentar, não conseguir um emprego e ele disse que não conseguia um por conta dos imigrantes, e eu acabei apontando que ele estava tendo dificuldades pois ele foi demitido de seus trabalhos do colégio por ser preguiçoso.
Depois dessas brigas, minha esposa tentou empatizar com ele e entender o que o tornou tão amargo, mas ele se virou contra ela, chamando ela de uma puta devoradora de rolas e disse que ela “fodeu” seu caminho por dezenas de homens até que ela encontrou um “viado beta” que estava disposto a dar um lar para ela em troca de sexo missionário.
Minha esposa, que trabalha e ajuda na renda familiar, que é uma mulher independente e profissional.
Honestamente eu perdi a mente nisso mais do que nunca. Eu nunca havia ficado tão bravo quanto quando eu ouvi o que ele disse. Ela pode ser a mãe dele, ele pode ser meu filho, mas a mulher que ele estava xingando e acabando era a porra da minha esposa. Ninguém fala assim da minha esposa.
Eu estou envergonhado de dizer que no meio da minha fúria ele me empurrou e eu retaliei fisicamente, empurrando ele de volta e colando ele na parede. Eu senti vergonha de mim mesmo. Eu nunca fui uma pessoa brava ou violenta, mas eu não pude me controlar. Eu nunca havia colocado minhas mãos em qualquer um dos meus filhos daquela forma em toda minha vida, eu odeio quem abusa de suas próprias crianças, mas esse garoto não era nenhuma criança. Ele era um homem crescido.
Ele ficou intimidado e recuou, e por um tempo ele ficou pacífico.
A gota d’água aconteceu essa semana.
Minha filha ficou com três pessoas em sua vida toda. Um garoto, uma garota e agora outro garoto. Nós sempre fomos abertos quanto a sexo com minha filha do mesmo jeito que éramos com meu filho. Nós perguntamos se ela gostaria de ter um estoque regular e sem questionamento de preservativos em sua gaveta no banheiro, e se ela gostaria de tomar anticoncepcionais. Ela disse não para as duas perguntas com seu primeiro namorado. Ela nunca o trouxe para casa, mas chegamos a encontrar ele uma vez em um de seus recitais. Quando ela teve uma namorada ela ia para a casa dela direto, e não queria trazer ela para a mesma casa que seu irmão morava, um sentimento que eu entendia.
Mas seu mais recente namorado tinha muita coisa acontecendo por trás em sua família. Ele é um bom garoto mas sua mãe é uma mãe solteira de quatro filhos e sofria bastante por isso.
Esse garoto começou a frequentar nossa casa mais ou menos um mês depois deles se juntarem. Eu gosto dele, minha filha é feliz com ele, ele trata ela com respeito, é inteligente e um absoluto cavalheiro. Ele é respeitoso e educado em nossa casa, ele me chama de senhor, minha esposa de madame e oferece ajuda para cozinhar e lavar a louça ou até mesmo limpar a casa quando ele visita. Ele conversa com a gente, é meio que um cozinheiro amador e trás comida para nós o tempo todo para agradecer os nossos cuidados a ele. Quando nós saímos para jantar ele sempre oferece pagar para ele e minha filha (mas eu sei que ele não tem muito dinheiro então eu pago para ele). Quando saímos do carro ele sempre abre a porta para minha esposa e oferece a mão dele para ajudar ela a descer. Ele segura as portas, quando saímos para algum lugar ele ajuda minha filha a colocar a jaqueta como naqueles casais doces e tradicionais.
Esse jovem trabalha duro, e dá o pouco que tem para sua mãe e irmãos. Como eu disse, eu realmente respeito o garoto. Eu ofereci dinheiro para ele uma vez para que fizesse compras para sua família mas ele recusou e disse que se sentiria culpado por aceitar meu dinheiro daquele jeito. Ele aprecia as coisas – no inverno, estava -20 graus e ele tinha apenas uma roupa com capuz, então eu enrolei minha jaqueta em seus braços e disse “tome, garoto, está frio”. Ele encheu os olhos de lágrimas e agradeceu, e eu dei alguma desculpa sobre querer me livrar da jaqueta e disse que ele poderia ficar com ela se ele trouxesse alguns biscoitos a próxima vez que nos visitasse.
Quando o Natal chegou, eu o convidei para a ceia, e quando eu fui buscar ele eu deixei alguns presentes para sua família, e no caminho de volta para minha casa nós tivemos um momento. Ele estava chorando, pois não tinha muito o que dar para nós – ele deu um presente para todos nós em casa mas chorou mesmo assim pois sentiu que não era o suficiente considerando o que eu fiz por ele. Eu encostei o carro, e o abracei, dizendo que não importava o valor do que ele nos dava, mas sim que ele nos deu algo afinal. Eu agradeci ele por tratar minha filha tão bem, e eu disse que ele era sempre bem vindo em nossa casa.
Meu próprio filho não tinha nos dado nada de natal, nem mesmo um cartão ele comprou com o dinheiro que nós demos a ele. Esse garoto deu para minha esposa e a mim taças de vinho que combinavam visto que nós gostamos de dividir uma garrafa de vez em quando.
Meu filho não comeu com a gente. Ele pegou a comida da mesa e correu de volta ao seu quarto sozinho enquanto o namorado de minha filha conhecia minha irmã e sua família, meus pais e meu tio. Todos eles disseram que ele era charmoso e muito educado. Enquanto isso, depois da janta, meu filho disse para meu sobrinho de 5 anos “vaza daqui seu viado” por ter pedido para jogar algum jogo com ele. Um homem de mais de 20 anos.
Semana passada, minha esposa e eu ficamos fora uma tarde toda para aproveitar um tempo a sós. Nós fomos jantar, e então nós fomos para um bar para jogar um pouco de sinuca, e depois para casa.
Quando entrei em casa, os garotos estavam gritando uns com os outros. Eu corri e vi meu filho e o namorado de minha filha brigando. O namorado estava apenas empurrando e tentando redirecionar meu filho, meu filho estava socando e investindo contra ele. Minha filha estava chorando e sentada encostada à parede escondendo seu rosto. Eu entrei no meio deles e os separei, demandando uma explicação.
Meu filho começou um barraco falando sobre como ele achou anticoncepcionais e ouviu sons de “putaria” vindo de dentro do quarto dela, então ele arrombou a porta e encontrou eles transando, disse que não acreditava que sua irmã era uma “puta de um preto” e chamou o pobre coitado de macaco e outras coisas.Minha esposa levou minha filha e seu namorado para longe dali. Eu gritei com meu filho pelos seus atos. Eu não consegui chegar a lugar nenhum com ele então fiz ele esperar em seu quarto. Eu fui falar com minha filha. Pedi desculpas para seu namorado, chorando enquanto eu o fazia, dizendo que eu esperava que ele me perdoasse por deixar isso acontecer. Ele disse que ele estava arrependido de ter ficado violento, mas disse que só ficou pois meu filho bateu em sua namorada. Minha filha chorou e disse que seu irmão era um psicopata e a ameaçou de estupro, e que ele admitiu já ter gozado em sua escova de dentes e de cabelo.
Eu corri para o quarto dele, e disse firmemente que ele tinha que pegar suas coisas e sair. Eu disse que pagaria para ter suas coisas enviadas a ele, para onde ele fosse, mas que ele iria embora amanhã.
Minha esposa ficou na casa das minhas irmãs, e minha filha e seu namorado ficaram na casa dele por algumas noites.
No dia seguinte eu praticamente atirei meu filho para fora de casa enquanto ele gritava e chutava.
Eu tomei sua chave e mudei a senha do alarme e da porta da garagem. Um dia depois eu recebi uma mensagem requisitando que algumas de suas coisas – quase tudo seus jogos – sejam enviadas para um prédio estranho que eu não reconheci a algumas cidades daqui. Um homem aparentemente da idade de colegial tocou a campainha e eu entreguei as coisas a ele. Eu não vi meu filho.
Minha esposa e eu fomos até seu quarto. O namorado da minha filha veio em casa e ajudou a mover os móveis para a garagem. Nós jogamos fora seu colchão e outras coisas nojentas e fedidas, além de retirarmos e substituirmos o carpete.
Escondido em seu armário estava um monte de calcinhas da minha filha, tão saturadas com bolor e sêmen velho que estavam tão duras quanto tijolos. Talvez a pior parte seja que existiam algumas que minha filha jurava não ser dela, além de serem pequenas demais para serem da minha esposa. É possível que ele tenha roubado de minhas sobrinhas.
Tinha até mesmo um caderno contendo desenhos explícitos do meu filho estuprando violentamente várias mulheres e mantendo garotas pequenas acorrentadas em algum tipo de “calabouço sexual”. Eu mexi em seu celular antigo que ainda estava funcionando, e todas suas fotos eram screenshots de minhas sobrinhas e suas amigas usando biquínis, muitos pornôs de cartoons, muitos memes de incell, Trump e red pill (red pill, vinda do filme Matrix onde Morpheus oferece uma pílula vermelha para Neo, o fazendo acordar, é um termo na internet usada entre conservadores e apoiadores do Trump para explicar quando uma pessoa acordou de uma vida de doutrinação esquerdista). Ele ainda tinha o messenger, então eu chequei suas mensagens, a maioria delas era apenas ele tentando abusar de mulheres e garotas menores de idade.
Eu dei uma olhada em seu e-mail e, para meu desgosto, ele roubou fotos privadas da minha esposa de seu celular, e estava vendendo elas.
Hoje eu fui até a polícia com tudo que eu tinha e contei tudo que sabia.
Eu dei ao meu garoto tudo... Eu não sei porque ele acabou nesse caminho. Eu sou muito arrependido de ter falhado com ele. Eu não sei o que a polícia fará, mas espero que eles parem ele antes que ele machuque mais alguém.
A coisa mais triste é que, ontem, depois que tudo tinha terminado e acalmado, foi um dia maravilhoso. Um dos dias mais felizes que já tivemos.




É isso, se alguém quiser que eu altere alguma coisa é só falar, os edits são para isso


submitted by Dinohobby to brasil [link] [comments]


2018.04.13 17:52 Tetizeraz Esboço de novas regras no /r/brasil. Por favor, leia e dê sua opinião!

Oi /brasil !
Como sabemos, 2018 está aí, e as eleições para presidente, senadores, deputados e senadores estão aí. Para quem é muito velho nessa bagaça sabe que o que mais teve em 2014, um dos primeiros momentos onde o subreddit cresceu muito, foram discussões e brigas políticas e ideológicas. O problema é que infelizmente brigas entre usuários continuou bem depois das eleições, por um motivo óbvio: a contínua polarização política em nosso país. E isso atrapalha muito o nosso país. E também atrapalha o nosso trabalho como moderadores, que procuram discussões civilizadas, que respeitem a todos.
É de nosso desejo melhorar o debate político no subreddit, e queremos formalizar algumas regras e o dia-a-dia do subreddit. Irei listá-las aqui, e peço a opinião de vocês em cada uma. Obrigado!
Ah, mas uma coisa: Não, não precisa dizer que só os upvotes e downvotes já servem. Já ouvimos essa várias vezes, mas não é algo que a moderação quer, como justificado no link. A moderação será ativa para garantir alguma qualidade no subreddit, respeito entre os usuários, e a promoção de eventos como PQCs e Intercâmbios culturais. Aqui não é Facebook, chan brasileiro, nem um fórum brasileiro que vive de épocas de promoção.
  • É vedada a propaganda e o proselitismo político/ideológico. Posts sobre notícias, discussões sobre política e/ou movimentos sociais são bem-vindas como sempre, porém mensagens cuja função é meramente atrair apoiadores serão encaradas como astroturfing e, consequentemente, excluídas. Insistência dessas atitudes vão acatar em banimento do usuário.
Entende-se como propaganda mensagens cujo conteúdo se resuma a (ou cujo foco seja)
  • repetição de slogans;
  • recrutamento;
  • memes de políticos pré-candidatos;
  • imagens ou links de facebook/twitter que violem as regras acima;
Haverá de ser considerado o contexto, entretanto. Em threads que lidam direta e especificamente com as ações de um político/partido/grupo, o conteúdo acima poderá ser aceito de forma que complemente a discussão.
Um exemplo seria criticar o posicionamento de um partido. Mas a regra, no geral, é para deixar mais claro que posts low effort não contribuem para nada.
  • Provocações políticas serão encaradas como falta de civilidade. A definição de provocação política pode ser resumida em "recortes" de notícias, posts do Facebook ou Twitter, YouTube, etc. Exemplos.
De certa forma, essa regra tende a cair em low effort e removida (teve mais de 150 shitposts removidos no dia que o Lula foi preso). Formalizar essa regra serviria para banir usuários que repetem isso.
  • Megathread semanal, ou subreddit para postagens políticas. CALMA, ISSO NÃO SIGNIFICA QUE NÃO PODEM TER NOTÍCIAS DE POLÍTICAS. Deixa eu explicar melhor. A ideia é que todas as regras anteriores sejam permitidas no /brasil, mas contidas em uma megathread semanal, ou em um subreddit específico para política. É a parte onde tivemos mais discussões sobre nos últimos meses entre os mods.
  • posts de "discussão" onde o criador de postagens não volta para responder comentários. Basicamente, não trate self.posts como um blog e abandone a seção de comentários do Reddit. Essa regra é inspirada na regra de Don't Abandon Your Threads ("Não abandone seus posts") do /CasualConversation. Isso inicialmente funcionará para postagens políticas, mas podemos abranger todos os self.posts. Lá a regra é 3 horas, mas acredito que algo entre 3 horas ~ 6 horas seja o ideal e o possível para a moderação agir. Nós não vamos apagar toda postagem do tipo, pois é possível ter discussões mesmo quando o criador do post tenha sumido.
Outra sugestão, que é até engraçada, é
Uma coisa que podemos fazer seria um "shame tag". Se o cara abandonar a discussão, a gente troca o tag de "Discussão" para "Postei e saí correndo..." e stickar um comentário do tipo " "Postei e saí correndo, pau no cu de quem ta lendo!", e escrever também 'Não abandone seus posts de discussão.'
  • Discussões políticas ou ideológicas apenas como self.posts. A ideia é que se use fontes sérias se for discutir algum assunto. Isso seria aplicável apenas a self.posts.
  • Ban de fontes ruins de notícias. Fontes consideradas de notícias falsas já são removidas aqui. É muito fácil descobrir um site de notícias falsas - ele nunca revela nomes de jornalistas, nem revela seus membros. Mas além disso, acho que muitas pessoas já consideram fontes como O Antagonista, para dar um exemplo, de uma fonte de notícias péssima, que vive de reportar o que outras pessoas já escreveram, e que outros meios de comunicação oferecem maior riqueza de informações.
nota: elas são removidas pelo AutoModerator. Os seguintes domínios já estão banidos (um ou outro passou pois era .org, eu escrevi .com): folhapolitica.org, ceticismopolitico.com, implicante.org, jornalivre.org, odiarionacional.org.
Como foi bem dito por um moderador:
O brasil é do Brasil e não da direita ou da esquerda. Precisa ser mais sadio. Não dá para ficar aturando tópicos falando bem/mal de Bolsonaro ou Lula somente com objetivo de provocar e polemizar direita/esquerda, seja de humor ou sério e fora de um contexto que não seja presidencial.
E preciso concordar com o palestrinha com o meu colega.
Bem, eu já fiquei pensando em como escrever isso por mais de uma hora. Fiquei pensando bastante nas discussões internas que tivemos, além de ter considerado situações recentes. Então gostaria que caso ofereça uma opinião sobre as regras, que as faça com respeito e com argumentos. Prometo o mesmo de volta.
Se você está no celular, use o Reddit no computador para formatar seu comentário (o Reddit suporta Markdown) e facilitar a leitura.
Também gostaria de reforçar que o /brasil é muito além de política, além das postagens diversas no /brasil, temos um Discord para você tirar uma conversa com pessoas do subreddit e relaxar com a gente em um ambiente descontraído. Você pode acessar o Discord no navegador ou baixando o programa para desktop ou para celular. Prometo que não dou @everyone toda hora, tirando ontem.
submitted by Tetizeraz to brasil [link] [comments]